Produtores que gostamos: Colheitas d´Óbidos



Conhecemos o José das Colheitas d´Óbidos num mercado em Torres Vedras. O José é um homem tranquilo, pelo menos é essa a sensação que transmite e no entanto é das pessoas mais dinâmicas que conhecemos neste mundo agrícola.





Quando conhecemos o seu projeto ficamos com muito curiosidade de visitar a sua produção. O seu conceito baseia-se em que cada cliente vai à quinta e colhe o que necessita. Para além das frutas e verduras mais tradicionais, apostaram por produtos diferentes como as batatas violeta, as courgettes amarelas ou os maracujás amarelos. Para além de produzirem, dão também palestras sobre alimentação.





E se a horta, os pomares e as plantações de frutos vermelhos me deixaram fascinada o que dizer da casa de banho seca! As casas de banho secas funcionam sem água, simplesmente depois de cada utilização tem que se tirar dentro da sanita, serradura misturada com cal para evitar cheiros. Quando o recipiente estiver cheio despeja-se e o conteúdo é usado como composto. Se tinha as minhas duvidas sobre este conceito, elas dissiparam-se depois de ver a casa de banho da Colheitas d´’Obidos de modo que decidimos que vamos fabricar uma na quinta!





As Colheitas d’ Óbidos estão em A-da-Gorda a poucos quilómetros de Óbidos. Se estiverem perto e quiserem provar produtos diferentes passem por lá e façam a vossa própria colheita!







Productores que nos gustan: Colheitas d’Óbidos

Conocimos a José de Colheitas d’ Óbidos en un mercado en Torres Vedras. José es un hombre tranquilo, al menos esa es la sensación que transmite y sin embargo es una de las personas más dinámicas que conocimos en este mundo agrícola.

Cuando nos enteramos de su proyecto quedamos con mucha curiosidad de visitar su producción. Su concepto se basa en que cada cliente va a la finca y cosecha lo que necesita. Además de las frutas y verduras más tradicionales, han apostado por productos distintos como la patata violeta, los calabacines amarillos o los maracuyás amarillos. Además de producir, también hacen charlas sobre alimentación.

Y si el huerto, los árboles y las plantaciones de frutos rojos me han dejado fascinada, lo que decir del lavabo seco! Los lavabos secos funcionan sin agua, simplemente después de cada utilización se tiene que echar serrín mezclado con cal para evitar los olores. Cuando el recipiente está lleno, se echa el contenido que es usado como compost. Si tenía mis dudas sobre este concepto, han desaparecido después de ver el lavabo de Colheitas d’ Óbidos asi que hemos decidido hacer uno en la finca!

Las Colheitas d’ Óbidos están en A-da-Gorda a pocos kilómetros de Óbidos. Si estáis cerca y queréis probar productos distintos podéis pasar por la finca y hacer vuestra cosecha!

4 comentários:

  1. Muito bom conhecer pessoas novas e aquilo que fazem, só nos acrescenta. Mas agora, adorei a ideia da casa de banho seca! Fantástico. Muitas vezes penso em alternativas às casas de banho tradicionais e já vi algumas reportagens sobre alternativas ecológicas e que na altura achei o máximo mas que depois esqueci o conceito. Talvez se baseassem também na desse senhor, mas sem dúvida, uma ideia a seguir. Parabéns a ele por a realizar e a ti, por a partilhares connosco :)

    ResponderEliminar
  2. Eu fiquei muito convencida sobretudo pelo facto de nao ter nenhum mau cheiro e estava utilizada. Só se tem de ter cuidado de em vez de pôr água, pôr a cal com a serradura. Também gosto muito da ideia de ter a casa de banho fora de casa. Os japoneses (ao menos os antigos!!) tinham as casas de banho fora porque consideravam que uma coisa "suja" nao devia de estar dentro da harmonia do lar.

    ResponderEliminar